15 de fev de 2012

A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DE SER.




Com o tempo a gente aprende a lidar com os imprevistos, com os dias mais pesados no calendário, com as portas que se fecharam, e com aquelas que escolhemos fechar. Vem um sol bonito e nos ensina que tempestade alguma é forte o suficiente pra encharcar nossos sonhos. Surge gente de alma levinha e desperta na gente uma vontade de ser leve também.

Hora ou outra então a gente se dá conta de que a bagunça faz parte do roteiro, que o improviso pode também dar sabor às coisas; que ter com quem sorrir é melhor do que rir sozinho, e que o encanto das coisas depende da gente. De vez em quando é  preciso simplesmente não esperar. É apartir daí que a vida mostra que quando a gente entra no próprio coração, passa a ser sobrevivente de si e aprende a cultivar escolhas, não expectativas.

6 comentários:

  1. Que lindo post, menina! E que lindo blog, principalmente. Parabéns. Adorei sua visita ao Que Seja Leve, volte sempre que quiser, viu? Um beijo :*

    ResponderExcluir
  2. Você escreve tão bem. Um lindo acaso ter te encontrado.

    ResponderExcluir
  3. O tempo ~e mesmo o melhor conselheiro, o melhor jardineiro que nos ensina a preparar a terra, a cultivar sementes, a fazer flores nas cores que elas mesmo são, e não nas que queremos que elas sejam.

    Abraços, flores e estrelas, moça bonita
    Sam

    ResponderExcluir
  4. Verdadeiramente lindo. Até roubei uma frase e coloquei lá no Facebook. *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. SUAVE E FORTE
    DELICADO E PROFUNDO
    AMEI

    ResponderExcluir

À você, um sorriso capaz de derreter o mais frio dos corações.