2 de abr de 2014





 

 Eu tô aqui
Nesse caminho
De quem descobre que não se sai ileso das inteirezas de uma entrega. 
Eu tô aqui
Sem caminho
Chorando a morte de todos os girassóis.

Desses pedaços no peito: (remen)dada partida.
E teu nome agora escrito numa cicatriz.

Um comentário:

  1. "chorando a morte de todos os girassóis" - lendo tão bem assim os corações alheios, moça.

    uma lindeza essa sua poesia profunda.

    ResponderExcluir

À você, um sorriso capaz de derreter o mais frio dos corações.